LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

INTERNACIONAL

SECRETÁRIO-GERAL DA NATO ACUSA PUTIN DE ‘RETÓRICA NUCLEAR PERIGOSA’

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, acusou o Presidente russo, Vladimir Putin, de usar “retórica nuclear perigosa ” ao afirmar que está disposto a usar contra o Ocidente “todos os meios” do seu arsenal.

blank

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, acusou o Presidente russo, Vladimir Putin, de usar “retórica nuclear perigosa ” ao afirmar que está disposto a usar contra o Ocidente “todos os meios” do seu arsenal.

“Esta é uma retórica nuclear perigosa”, disse à margem da Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, mas pedindo calma porque “isto não é novo, ele já o fez muitas vezes”.

“Vamos permanecer calmos e continuar a apoiar a Ucrânia”, declarou Stoltenberg num colóquio organizado pela agência de noticias Reuters, sublinhando que a Aliança não detetou qualquer alteração na postura nuclear da Rússia.

“Mas estamos a acompanhar de perto e continuamos vigilantes”, disse.

“O mais importante é evitar que isto aconteça”, defendeu, referindo ainda que a reação da NATO “dependeria, naturalmente, da situação e do tipo de armas que poderiam usar”.

“O discurso do Presidente Putin mostra que a guerra não está a decorrer como ele tinha planeado, fez um enorme erro de cálculo”, considerou o secretário-geral da NATO.

O Presidente russo, Vladimir Putin, decretou hoje a mobilização parcial de 300.000 reservistas para a guerra na Ucrânia, uma medida que procura contrariar o que chamou de “chantagem nuclear” da NATO, que visa “destruir” a Rússia.

Num discurso transmitido pela televisão, Putin advertiu que aqueles que procuram “chantagear” a Rússia com armas nucleares devem saber que “a rosa dos ventos pode virar-se contra eles”.

A mobilização surge na sequência do agendamento de referendos de integração na Rússia, para de 23 a 27 de setembro, nas autoproclamados repúblicas populares de Donetsk e Lugansk, e nos territórios ocupados do sul da Ucrânia nas regiões de Kherson e Zaporijia, consultas já condenadas pela comunidade internacional.

A Rússia lançou uma operação militar de ocupação da Ucrânia no dia 24 de fevereiro que se prolonga há quase sete meses.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

INTERNACIONAL

A União Europeia (UE) decidiu hoje prolongar por mais seis meses, até 31 de julho de 2023, as sanções que visam setores específicos da...

INTERNACIONAL

O envio de armamento pesado e ofensivo destinado a Kiev pelos países ocidentais poderá implicar uma nova e vitoriosa ofensiva ucraniana ou uma escalada...

INTERNACIONAL

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou hoje o envio de 31 tanques Abrams para a Ucrânia, numa comunicação em que garantiu que...

INTERNACIONAL

A Marinha portuguesa acompanhou a passagem de dois navios da Marinha russa ao largo da costa de Portugal, revelou hoje, em comunicado de imprensa.

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER