Ligue-se a nós

DESPORTO

SPORTING: RÚBEN AMORIM DIZ QUE NESTA ÉPOCA O SPORTING FOI ‘ZERO’

O treinador Rúben Amorim classificou, esta sexta-feira, a época do Sporting com um “zero”, após falhar a revalidação do título de campeão da I Liga portuguesa de futebol, conquistada este ano pelo FC Porto.

Online há

em

nbsp| JORNAL ONLINE

O treinador Rúben Amorim classificou, esta sexta-feira, a época do Sporting com um “zero”, após falhar a revalidação do título de campeão da I Liga portuguesa de futebol, conquistada este ano pelo FC Porto.

No futebol é tudo ou nada. Ou se ganha e é 10, ou não se ganha e, num clube grande, é zero. Não gosto de estar a dar um número porque pode haver interpretações do que é um cinco, um sete ou um oito. No futebol é tudo ou nada. Não ganhámos o campeonato, é nada”, atirou o técnico, na conferência de imprensa de antevisão do encontro de sábado, com o Santa Clara, da 34.ª e última jornada.

Nesse sentido, Amorim vincou que a possibilidade de igualar os 85 pontos da época passada, com a qual se sagrou campeão nacional ao serviço dos ‘leões’, se vencer o Santa Clara na última jornada, também não lhe diz “nada”.

“São tempos diferentes, sensações diferentes. Ganhar com 70 pontos tem mais sabor do que o segundo lugar com 85 pontos. Perdemos o campeonato, vamos lutar pelo próximo, sabendo que há três equipas que lutam pelo campeonato e só há lugar para um [campeão]”, desvalorizou o treinador dos ‘leões’, em Alcochete.

Depois, questionado sobre a possibilidade de as arbitragens terem interferido no desfecho do campeonato, o técnico recusou “fazer uma avaliação dos árbitros”, e aproveitou para lembrar que deu os parabéns aos ‘dragões’ pelo título, o que não terá acontecido na época passada, no sentido inverso.

“Dei os parabéns ao campeão, coisa que não aconteceu em relação a nós. Eu fiz o meu papel, porque é assim que temos de gerir as coisas. Simplesmente dei os parabéns ao FC Porto, foi campeão e, quanto a mim, nos momentos chave foi um justo campeão”, avaliou.

E com o título resolvido, assim como a entrada direta na fase de grupos da Liga dos Campeões, face ao segundo lugar assegurado, o técnico começou por revelar que vai promover alguma rotação na equipa, frente ao Santa Clara, para “aproveitar todos os minutos para crescer como equipa”.

Instado a revelar o ‘onze’ titular, acabou por fazê-lo antes de pedir aos jornalistas, com boa disposição, para “não dizer ao Mário [Silva]”, treinador dos açorianos.

“João Virgínia, Neto, Coates, Gonçalo Inácio, Porro, Palhinha, [Daniel] Bragança, Nuno Santos, Pote [Pedro Gonçalves], Pablo Sarabia e Tabata”, desvendou.

O Sporting recebe o Santa Clara no sábado, em partida da 34.ª e última jornada da I Liga, com início marcado para as 20h30, no Estádio José Alvalade, e arbitragem de Hugo Miguel (AF Lisboa).

DESPORTO

DESPORTIVO DE CHAVES E MOREIRENSE DISPUTAM PLAYOFF EM 21 E 29 DE MAIO.

O Moreirense e o Desportivo de Chaves disputam em 21 e 29 de maio a última vaga na I Liga portuguesa de futebol, nos jogos do ‘play-off’ de manutenção/promoção, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Online há

em

nbsp| JORNAL ONLINE

O Moreirense e o Desportivo de Chaves disputam em 21 e 29 de maio a última vaga na I Liga portuguesa de futebol, nos jogos do ‘play-off’ de manutenção/promoção, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O primeiro jogo entre o Desportivo de Chaves, terceiro na II Liga, e o Moreirense, 16.º na I Liga, vai realizar-se no dia 21 de maio, pelas 20:00, no Estádio Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves, enquanto o segundo jogo está agendado para 29 de maio, pelas 19:30, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

O vencedor do ‘play-off’ vai garantir a última vaga ainda em aberto no escalão máximo do futebol português.

LER MAIS

DESPORTO

RIO AVE E CASA PIA CONFIRMAM SUBIDA À PRIMEIRA LIGA

Rio Ave e Casa Pia asseguraram hoje a subida à I Liga portuguesa de futebol, depois de vencerem os respetivos jogos da 34.ª e última jornada da II Liga, enquanto o Desportivo de Chaves vai disputar o ‘play-off’.

Online há

em

nbsp| JORNAL ONLINE

Rio Ave e Casa Pia asseguraram hoje a subida à I Liga portuguesa de futebol, depois de vencerem os respetivos jogos da 34.ª e última jornada da II Liga, enquanto o Desportivo de Chaves vai disputar o ‘play-off’.

Em Vila do Conde, o Rio Ave, que tinha sido despromovido na época passada, venceu por 3-0 os flavienses, com golos de Yakubu Aziz, logo no primeiro minuto, e Aderllan Santos, aos 77 e 80, terminando a prova no primeiro lugar, com 70 pontos, que lhe garante o título de campeão do segundo escalão pela quarta vez, depois de 1986, 1996 e 2003.

Com o desaire, o Desportivo de Chaves, que terminou reduzido a 10 elementos, por expulsão de Luís Rocha, aos 75 minutos, fecha o campeonato com 64 pontos e no terceiro lugar, que lhe permite participar no ‘play-off’ de manutenção/promoção diante do 16.º e antepenúltimo classificado da I Liga, no caso o Moreirense.

Já o Casa Pia confirmou o segundo posto da competição, com 68 pontos, e o consequente regresso à I Liga 83 anos depois, com uma goleada na visita ao Leixões, por 5-1. Zach Muscat (10 minutos), João Vieira (12), Jota (16 e 39) e Derick Poloni (90+3) assinaram os golos dos lisboetas, enquanto Léo Bolgado (61) reduziu para os leixonenses, que fecham a época no oitavo lugar, com 48 pontos.

LER MAIS

DESPORTO

FC PORTO: VENCE O ESTORIL E CELEBRA O TÍTULO COM RECORDE DE PONTOS

O FC Porto venceu hoje na receção ao Estoril Praia, por 2-0, em jogo da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa, que consagrou os ‘dragões’ como campeões pela 30.ª vez, com recorde de pontos.

Online há

em

nbsp| JORNAL ONLINE

O FC Porto venceu hoje na receção ao Estoril Praia, por 2-0, em jogo da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa, que consagrou os ‘dragões’ como campeões pela 30.ª vez, com recorde de pontos.

Com o triunfo selado com os golos de Joãozinho, na própria baliza, aos 48 minutos, e Fernando Andrade, aos 88, a formação comandada por Sérgio Conceição somou 91 pontos, estabelecendo o novo máximo de pontos na I Liga, mais três do que os alcançados pelo FC Porto, em 2017/18, e pelo Benfica, em 2015/16.

Os ‘azuis e brancos’ recebem hoje o troféu do 30.º título de campeão português de futebol, assegurado na semana passada com a vitória no terreno do Benfica (1-0), após o 15.º triunfo em casa na competição, frente ao Estoril, oitavo classificado, com 39 pontos.

LER MAIS

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO QUER FESTEJAR O TÍTULO COM UMA VITÓRIA FRENTE AO ESTORIL

O treinador do FC Porto, equipa campeã nacional da I Liga portuguesa de futebol, garantiu hoje que vai entrar na partida da última jornada, frente ao Estoril Praia, com a mesma “seriedade” e a pensar nos três pontos.

Online há

em

nbsp| JORNAL ONLINE

O treinador do FC Porto, equipa campeã nacional da I Liga portuguesa de futebol, garantiu hoje que vai entrar na partida da última jornada, frente ao Estoril Praia, com a mesma “seriedade” e a pensar nos três pontos.

“A festa é depois do jogo. Temos um jogo para fazer, preparámos o jogo com o espírito com que preparámos muitos outros. Temos de olhar para o jogo não a pensar em recordes, mas sim em focar-nos na nossa tarefa durante os 90 minutos para ganhar os três pontos. O adepto do FC Porto quer festejar o título durante a semana em cima de uma vitória”, esclareceu o treinador, em conferência de imprensa de imprensa de antevisão da partida da 34.ª e última jornada, agendada para sábado.

Sobre a possibilidade de dar a oportunidade a jogadores que ainda não jogaram em jogos do campeonato, Sérgio Conceição garantiu que vai fazer o que considerar melhor em função do jogo.

“Vou utilizando os jogadores que acho importantes para ganhar os jogos. Alguns ainda não participaram em jogos do campeonato, vamos ver, em função do jogo, em função do que vamos ter com o Estoril, uma equipa que fez um excelente campeonato. Uma equipa que vem da II Liga e faz o que o Estoril fez, é de louvar. Trabalhámos para tentar vencer o jogo”, garantiu.

O técnico dos dragões foi questionado sobre a continuidade no FC Porto mas, apesar de ter contrato até 2024, preferiu não abordar a questão.

“O meu futuro é o jogo de amanhã [sábado] e a final da Taça de Portugal. E olhar para o futuro dos nossos jovens da equipa principal, que são muitos. Tudo o que seja mercado, saídas e entradas, fica à porta do Olival”, esquivou-se o treinador que está há cinco épocas no comando dos portistas.

Sérgio Conceição falou ainda do incidente que aconteceu durante os festejos do FC Porto no Estádio do Dragão, onde morreu um adepto esfaqueado.

“Foi um episódio triste, no futebol ou na sociedade em si. Ninguém gosta. Foi o combustível para muita da imprensa. Permitam-me mandar a bicada. Falou-se muito de cenas desagradáveis e não se falou no mérito dos jogadores e equipa do FC Porto na conquista de mais um campeonato. São cenas a condenar, mas não é futebol, não queria ir muito por aí”, salientou.

Questionado sobre se este é o melhor plantel que já treinou no FC Porto, Sérgio Conceição destacou a juventude que acompanha a atual equipa.

“No meu primeiro ano tinha Casillas, Maxi [Pereira], Herrera, Aboubakar, Marega e temos conseguido construir equipas sólidas e capazes de chegar ao fim desde aí. Agora, há muita gente, como o Fábio Vieira, Vitinha, Francisco Conceição, em quem pouca gente acreditava no início do ano. Qual é o FC Porto que pratica o melhor futebol? Depende de muita coisa, depende do tipo de futebol de que gostas. As pessoas gostavam muito de ver o FC Barcelona a jogar e eu adormecia”, referiu.

O FC Porto, líder e já campeão, com 88 pontos, recebe no sábado, às 18:00, o Estoril Praia, oitavo classificado, com 39, num encontro que será arbitrado por António Nobre, da Associação de Futebol de Leiria.

LER MAIS

MAIS LIDAS