Ligue-se a nós

DESPORTO

FC PORTO: SÉRGIO CONCEIÇÃO MINIMIZA ALEGADA CRISE DE “IDENTIDADE PORTISTA”

O treinador Sérgio Conceição rejeitou hoje que haja uma crise identitária no FC Porto, apesar da saída de futebolistas cruciais e das quebras nos resultados e exibições, na véspera da visita ao Estoril Praia, da Taça de Portugal.

Online há

em

O treinador Sérgio Conceição rejeitou hoje que haja uma crise identitária no FC Porto, apesar da saída de futebolistas cruciais e das quebras nos resultados e exibições, na véspera da visita ao Estoril Praia, da Taça de Portugal.

“O FC Porto foi perdendo muitos atletas de grandíssima qualidade e não foi por isso que deixou de se reinventar, gerar novas dinâmicas e ter equipas a jogar de maneira distinta, mas com o mesmo objetivo: ganhar. Não vamos deixar de o fazer. Se há alguma crise de identidade, sou eu que a tenho. A equipa está lá e responde ao que eu quero. Com maior ou menor dificuldade, os jogadores tentam meter cá fora aquilo que lhes é pedido. Nem sempre o temos feito bem, mas estamos todos aqui para trabalhar e melhorar”, analisou.

Sérgio Conceição falava na conferência de imprensa de antevisão ao desafio dos oitavos de final da Taça de Portugal e abordou o impacto gerado no meio-campo pelas saídas ao longo do último verão do colombiano Matheus Uribe e do internacional português Otávio.

“Eles jogavam no corredor central, que é importante para a estabilidade e o equilíbrio da equipa, mas não se pode entrar por aí. Temos gente capaz de corresponder, mas não de igual modo. Pode levar mais tempo e pode notar-se [a diferença], porque eram jogadores muito relevantes. Agora, quando ganhamos, não podemos dizer que esses jogadores já estão esquecidos e temos uma dinâmica fantástica nem podemos dizer o inverso quando se empata, que, para mim, é perder. Jogadores dessa qualidade fazem sempre falta e há que arranjar novas dinâmicas para que a equipa se sinta bem com e sem bola”, advertiu.

O espanhol Nico González chegou do FC Barcelona para ajudar a colmatar as saídas na zona intermediária, mas tem sentido dificuldades de afirmação no ‘onze’ inicial de Sérgio Conceição, ao somar apenas cinco titularidades em 15 duelos, num total de 558 minutos.

Advertisement

“Uma coisa é ter contratações, outra é ter reforços. Com isto, não digo que os que vieram não o são. São reforços, mas a seu tempo. Gostaria de ter o Cristiano Ronaldo e o Lionel Messi nos seus melhores anos. Aí, entravam reforços. Temos feito contratações ao longo dos anos e alguns acabam por ser verdadeiramente reforços mais tarde. Isto é assim em todas as equipas. Sei que o adepto tem muita pressa, visto que estes jogadores já deram uma resposta positiva em outros contextos e equipas. Mas lutavam pelo quê?”, ripostou.

Sérgio Conceição deu também o exemplo do extremo Iván Jaime, que foi eleito o melhor jogador jovem da I Liga na última temporada ao serviço do Famalicão, mas só anotou um golo pelo FC Porto em 439 minutos de utilização, com cinco titularidades em 12 partidas.

“Até posso não entender nada de treino, mas ando aqui há muito tempo, não sou cego e sei ver qual é a evolução. O Iván Jaime esteve dois meses parado e não tinha feito a pré-época. Quando lhe pudemos dar alguma carga e metê-lo ao nível dos colegas de equipa, magoou-se. Voltou há duas ou três semanas. Existem muitas pessoas que não sabem de alguns pormenores e nós temos todos os elementos na mão. Quando eles estão prontos, reagem bem, treinam sem limitações e percebem o que pretendemos em cada momento, fica mais fácil para eu os meter na equipa e para eles aproveitarem o momento”, admitiu.

O FC Porto, detentor do cetro, visita o Estoril Praia, finalista em 1943/44, na terça-feira, a partir das 20:45, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, para os oitavos de final da Taça de Portugal, num duelo arbitrado por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Advertisement
Advertisement
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

DESPORTO

LIGA DOS CAMPEÕES: FC PORTO VENCE ARSENAL COM GOLO DE GALENO AOS 90+4

Um golo de Galeno, em tempo de compensação, deu hoje ao FC Porto a vitória por 1-0 sobre o Arsenal, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, no Estádio do Dragão.

Online há

em

Um golo de Galeno, em tempo de compensação, deu hoje ao FC Porto a vitória por 1-0 sobre o Arsenal, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, no Estádio do Dragão.

O tento do triunfo surgiu no derradeiro minuto dos ‘descontos’, aos 90+4, permitindo que os ‘dragões’, campeões europeus em 1987 e 2004, entrem em vantagem no encontro da segunda mão, agendado para 12 de março, em Londres.

O FC Porto procura superar os ‘oitavos’ da ‘Champions’ pela sexta vez, depois de 2003/04, 2008/09, 2014/15, 2018/19 e 2020/21.

LER MAIS

DESPORTO

BENFICA: SCHMIDT DESTACA “BOA FASE” DA EQUIPA MOTIVADA PARA OS “OITAVOS”

O treinador Roger Schmidt destacou hoje a boa fase que o Benfica atravessa, pelo que espera dar continuidade ao momento no encontro com os franceses do Toulouse, rumo aos oitavos de final da Liga Europa em futebol.

Online há

em

O treinador Roger Schmidt destacou hoje a boa fase que o Benfica atravessa, pelo que espera dar continuidade ao momento no encontro com os franceses do Toulouse, rumo aos oitavos de final da Liga Europa em futebol.

Na passada semana, no Estádio da Luz, dois penáltis concretizados pelo argentino Ángel Di María, aos 68 e 90+8 minutos, com um tento do dinamarquês Mikkel Desler pelo meio, aos 75, selaram o 2-1 a favor das ‘águias’, mas, na quinta-feira, em Toulouse, o desafio da segunda mão do play-off será “diferente”.

“Espero um jogo difícil, porque a segunda mão de um jogo a eliminar é sempre diferente e difícil. A abordagem será um pouco diferente, eles precisam de golos para continuar e têm de atacar um pouco mais. Acreditamos em nós, queremos jogar o nosso futebol ofensivo e mostrar durante os 90 minutos que merecemos continuar na competição”, perspetivou, em conferência de imprensa.

E acrescentou: “A equipa está muito motivada. Estamos a atravessar uma boa fase e estamos bem o suficiente para vencermos o jogo”.

Para ultrapassar, novamente, o 13.º classificado da Liga francesa, as ‘águias’ vão ter de “jogar sempre com intensidade e transições”, de forma a “colocar o jogo longe” da sua área, segundo Schmidt.

Advertisement

A mãe do médio João Neves faleceu recentemente, com o treinador a mostrar-se solidário, embora sem garantir a titularidade do internacional luso em Toulouse.

“Muito chocado e triste. Estamos todos compreensivos sobre a decisão dele de treinar e jogar, porque era o que queria. A vida continua, estamos com ele e vamos falar antes de tomar a decisão sobre se joga ou não”, terminou.

O guarda-redes Trubin falou aos jornalistas antes do técnico germânico, para vincar que o objetivo dos ‘encarnados’ passa pela qualificação para os oitavos de final da competição.

“Todas as competições são muito importantes para o Benfica. O foco é vencer o Toulouse e avançar para a próxima fase. Espero que não seja necessário irmos a penáltis para ultrapassarmos a eliminatória”, expressou.

O Toulouse recebe o Benfica na quinta-feira, em jogo da segunda mão do play-off de acesso aos oitavos de final da Liga Europa, com início às 17:45 (hora de Lisboa), que será arbitrado pelo italiano Maurizio Marinai.

Advertisement
LER MAIS

MAIS LIDAS