Ligue-se a nós

ECONOMIA & FINANÇAS

MERCADO LIBERALIZADO DE GÁS PERDEU 15% DOS CLIENTES EM JUNHO – ERSE

O mercado liberalizado de gás natural registou cerca de 1,1 milhões de clientes em junho, apresentando uma perda de 15,5% em número face ao mesmo mês de 2022, segundo informação do regulador hoje divulgada.

Online há

em

O mercado liberalizado de gás natural registou cerca de 1,1 milhões de clientes em junho, apresentando uma perda de 15,5% em número face ao mesmo mês de 2022, segundo informação do regulador hoje divulgada.

“Este mês, o ML registava cerca 1,1 milhões de clientes, para um consumo estimado em base anual de 30.965 [gigawatt-hora]. Estes valores representam uma redução de 15,5% em número de clientes e uma quebra de 15,7% em consumo, relativamente a junho de 2022”, segundo o Boletim sobre o Mercado Liberalizado de Gás Natural relativo a junho, hoje publicado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Em outubro do ano passado entrou em vigor a medida que permitiu o regresso dos clientes ao mercado regulado de gás natural, para fazer face aos elevados aumentos de preços anunciados pelos comercializadores.

No mês em análise entraram 16.352 clientes no mercado liberalizado de gás, tendo 941 (0,5 GWh) transitado do mercado regulado e 15.411 (43,5 GWh) entrado diretamente para as carteiras de comercializadores em regime de mercado (entradas diretas).

Por outro lado, cessaram contrato no mercado liberalizado 14.819 clientes (47,7 GWh) sem que tenham celebrado outro contrato de fornecimento (saídas diretas), enquanto 3.412 clientes regressaram ao mercado regulado.

Assim, em termos líquidos, o número de clientes em atividade no mercado livre reduziu-se em 1.879 clientes e em 4,6 GWh em consumo.

Em junho, o mercado livre representou cerca de 72% do número total de clientes e cerca de 96% do consumo em Portugal Continental, “com reduções de 13,7 p.p. [pontos percentuais] e de 1,6 p.p., respetivamente, relativamente ao valor do mês homólogo”.

O número de clientes no mercado regulado apresentou “um acentuado crescimento, de 96,7%, face ao mês homólogo”, ao passo que o consumo subiu 28,9% face ao mesmo período do ano passado.

A EDP Comercial continuou a representar, em junho, quase metade dos clientes no mercado livre (43,9%), tendo a sua quota recuado 0,1 p.p. face a maio.

A Galp e a Endesa mantiveram em cadeia as suas quotas de mercado em 21,2% e 12,5%, respetivamente, enquanto a da Goldenergy subiu 0,1 p.p., para 17,3%.

No que ao consumo diz respeito, a Galp manteve a sua posição como principal operador no mercado livre, com quase metade do consumo global, mais 0,1 p.p. face a maio.

A Naturgy e a Endesa, que ocupam a segunda e a terceira posição em termos de quota de mercado em consumo, registaram uma subida de 0,2 p.p. e uma descida de 0,5 p.p., respetivamente.

Publicidade

HELPO, EU CONSIGNO EU CONSIGO, IRS 2024
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ECONOMIA & FINANÇAS

PARLAMENTO APROVOU REDUÇÃO DO IVA DA ELETRICIDADE PARA 6% – IMPOSTOS

O projeto do PS que alarga o âmbito de aplicação da taxa reduzida de 6% do IVA da eletricidade foi hoje aprovado em votação final global com o voto contra do PSD e CDS-PP e a abstenção do Chega.

Online há

em

O projeto do PS que alarga o âmbito de aplicação da taxa reduzida de 6% do IVA da eletricidade foi hoje aprovado em votação final global com o voto contra do PSD e CDS-PP e a abstenção do Chega.

A medida, com data de entrada em vigor em janeiro de 2025, duplica a parcela de consumo mensal de eletricidade sujeita à taxa reduzida do IVA e, segundo dados do PS, vai beneficiar 3,4 milhões de famílias.

Ficam sujeitos à taxa reduzida do IVA os consumos domésticos de eletricidade (para potência contratada que não ultrapasse 6,90 kVA) até aos 200 kWh por período de 30 dias. Para as famílias numerosas (com três ou mais dependentes), o consumo abrangido aumenta até aos 300 kWh por período de 30 dias.

LER MAIS

ECONOMIA & FINANÇAS

VISTA ALEGRE VALORIZA 4% APÓS ENTRADA DE CRISTIANO RONALDO NO CAPITAL

As ações da Vista Alegre Atlantis (VAA) fecharam hoje a crescer 3,88% para 1,07 euros, uma valorização de quatro cêntimos face a sexta-feira, quando foi anunciada a entrada de Cristino Ronaldo no capital da empresa.

Online há

em

As ações da Vista Alegre Atlantis (VAA) fecharam hoje a crescer 3,88% para 1,07 euros, uma valorização de quatro cêntimos face a sexta-feira, quando foi anunciada a entrada de Cristino Ronaldo no capital da empresa.

Na sessão de hoje, os títulos da empresa de porcelanas atingiram um máximo de 1,14 euros.

O jogador Cristiano Ronaldo comprou 10% do capital da Vista Alegre Atlantis e acordou adquirir 30% do capital da Vista Alegre Espanha, foi comunicado ao mercado na sexta-feira.

“Cristiano Ronaldo, um dos melhores jogadores de sempre da história do futebol mundial, e a personalidade portuguesa mais conhecida e admirada em todo o mundo, adquiriu hoje [sexta-feira], através da CR7, SA e em alinhamento estratégico com o Grupo Visabeira, 10% do capital da Vista Alegre Atlantis”, avançou, em comunicado, a empresa.

O jogador e empresário também acordou a compra, a concretizar nos próximos dias, de 30% do capital da Vista Alegre Espanha.

Paralelamente, o capitão da seleção portuguesa de futebol e a Vista Alegre anunciaram a criação, “em partes iguais”, de uma empresa no Médio Oriente e Ásia, tendo por objetivo fazer crescer as marcas Vista Alegre e Bordallo Pinheiro naqueles mercados.

O valor do negócio não foi revelado.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
LINHA CANCRO

DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL

MAIS LIDAS