LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

INTERNACIONAL

ONU CONDENA VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS NA CRIMEIA

Uma comissão da assembleia geral das Nações Unidas aprovou hoje uma resolução a considerar a ocupação russa da península ucraniana da Crimeia ilegal e a condenar “as violações e abusos dos direitos humanos” perpetrados contra a população da zona.

blank

Uma comissão da assembleia geral das Nações Unidas aprovou hoje uma resolução a considerar a ocupação russa da península ucraniana da Crimeia ilegal e a condenar “as violações e abusos dos direitos humanos” perpetrados contra a população da zona.

O texto, centrado na situação dos direitos humanos na Crimeia, e impulsionado pela Ucrânia e alguns dos seus aliados, foi aprovado com 78 votos a favor, entre os quais de Portugal, 14 contra e 79 abstenções.

Na resolução, a Terceira Comissão da assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU) “exige que a Federação Russa cesse imediatamente a agressão contra a Ucrânia e retire incondicionalmente todas as suas forças militares do território da Ucrânia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas”.

No documento são também feitos apelos a Moscovo sobre a situação na Crimeia, ocupada em 2014 e anexada posteriormente.

São pedidas medidas para pôr um fim imediato a todas as violações e abusos dos direitos humanos, denunciando, por exemplo, detenções arbitrárias, desaparecimentos forçados e tortura.

O texto, de 14 páginas, exorta a Rússia a libertar imediatamente “cidadãos ucranianos detidos ilegalmente” e aqueles que foram transferidos à força para território russo; a respeitar a liberdade de expressão, associação e reunião pacífica e a assegurar que a educação em língua ucraniana e tártara esteja disponível para a população.

O Presidente ucraniano, Volodymir Zelensky, congratulou-se, numa publicação no Twitter, com a adoção da resolução, agradecendo aos países que “mudaram de ideias” e a apoiaram.

“Esta guerra começou com a Crimeia e terminará com a Crimeia. A nossa península será libertada, como todas as terras ucranianas”, sublinhou Zelensky.

Embora tenha sido aprovada, a resolução hoje votada recebeu muito menos apoio do que outras que a Ucrânia e os seus aliados propuseram desde o início da invasão russa, em fevereiro, e que habitualmente passaram com maiorias esmagadoras.

A ofensiva militar lançada em 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 13 milhões de pessoas — mais de seis milhões de deslocados internos e mais de 7,7 milhões para países europeus -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A invasão russa — justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia – foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com envio de armamento para a Ucrânia e imposição à Rússia de sanções políticas e económicas.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

INTERNACIONAL

O Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou hoje que o seu país vai continuar a atacar infraestruturas de energia ucranianas, cujos ataques já obrigaram Kiev...

INTERNACIONAL

O parlamento da Indonésia, país com a maior população muçulmana do mundo, aprovou esta terça-feira uma revisão ao código penal que criminaliza e pune...

MAGAZINE

Quase 23% dos empregados (mais de um em cada cinco) a nível mundial já sofreu violência ou assédio no trabalho, seja físico, psicológico ou...

ECONOMIA & FINANÇAS

Os preços médios dos combustíveis regressaram esta semana a valores abaixo dos praticados antes da guerra na Ucrânia, em 24 de fevereiro, com as...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER