Ligue-se a nós

DESPORTO

ANDRÉ VILLAS-BOAS “INDISPONÍVEL PARA DEBATER O PASSADO COM PINTO DA COSTA

André Villas-Boas, ex-treinador da equipa de futebol e atual candidato à presidência do FC Porto, rejeitou hoje debater “retóricas do passado que há muito foram ultrapassadas” com Pinto da Costa, líder dos ‘dragões’, antes das eleições.

Online há

em

André Villas-Boas, ex-treinador da equipa de futebol e atual candidato à presidência do FC Porto, rejeitou hoje debater “retóricas do passado que há muito foram ultrapassadas” com Pinto da Costa, líder dos ‘dragões’, antes das eleições.

“Queria marcar esta candidatura e campanha pela positiva. Entrar num bate-boca dessa natureza não valoriza o FC Porto. Sinto a força e a vontade de mudança dos associados. Dizer que sou suportado por inimigos ou pela comunicação social do sul ou de Lisboa é totalmente falso e é uma falta de respeito para com os sócios e o fervor que eu sinto dos mesmos. A minha candidatura marca-se pelo debate de ideias sobre o futuro do clube, a sua sustentabilidade financeira e a capacidade de continuar vencedor no futuro”, definiu.

André Villas-Boas falava durante a conferência de imprensa de apresentação de António Tavares e Angelino Ferreira como candidatos da lista “Só há um Porto” à presidência da Mesa da Assembleia Geral e do Conselho Fiscal e Disciplinar do clube, respetivamente.

“Os associados do FC Porto sentem Jorge Nuno Pinto da Costa como o presidente dos presidentes. Foi uma pessoa que marcou muito do portismo das pessoas. Será sempre tratado dessa forma, com o máximo de respeito e elevação. Desconheço atualmente se será meu opositor ou não, mas é o presidente mais titulado do mundo e será respeitado como o presidente dos presidentes do FC Porto por parte da minha candidatura”, frisou.

Pouco mais de uma semana depois de ter apresentado a sua candidatura à presidência dos ‘dragões’ na Alfândega do Porto, André Villas-Boas reiterou o desejo de reerguer um “modelo operacional e de gestão que sempre funcionou e agora é disfuncional”, mesmo tendo apoiado Pinto da Costa em atos eleitorais passados, incluindo no último, em 2020.

“Naturalmente, poderá haver divisões no caminho que as pessoas escolherem de forma democrática como o melhor futuro [para o clube]. Esperamos convencer as pessoas que votarem em outros candidatos com vitórias e assumimos esse compromisso. O ADN do clube é ganhar. Ninguém está cá para pôr o FC Porto perdedor daqui em diante”, notou.

Questionado sobre a expectativa em relação ao futuro de Sérgio Conceição, treinador da equipa principal de futebol, que termina contrato em junho, André Villas-Boas rejeita “ser disruptor” nesta fase da época e quer expor com serenidade os seus planos aos sócios.

“Cabe à atual gestão desportiva decidir o futuro do técnico e propor ou não a renovação contratual. As minhas questões foram sempre de perceber qual é a lógica de não terem renovado com um treinador tricampeão [nacional] há mais tempo. Quando lá chegar, irei sentar-me com ele para entender qual é a sua visão de futuro e se vai ter continuidade”, observou, confiando que o processo eleitoral não afetará a equipa de Sérgio Conceição.

O ex-treinador, de 46 anos, juntou-se ao empresário Nuno Lobo, candidato derrotado em 2020 por Pinto da Costa, nas próximas eleições dos órgãos sociais do FC Porto rumo ao quadriénio 2024-2028, cuja data ainda será agendada, devendo ser realizadas em abril.

André Villas-Boas notabilizou-se na época 2010/11, quando conquistou quatro provas à frente da equipa principal de futebol, entre as quais a I Liga portuguesa e a Liga Europa, que representa o último dos sete troféus internacionais da história dos ‘azuis e brancos’.

Pinto da Costa, de 86 anos, ainda não revelou se concorrerá a um 16.º mandato seguido, numa fase em que é o dirigente com mais títulos e longevidade do futebol mundial, tendo sido eleito pela primeira vez como 33.º presidente da história do clube em abril de 1982.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

DESPORTO

FUTEBOL: PORTUGAL DESCE AO OITAVO LUGAR NO RANKING DA FIFA

Portugal desceu do sexto para o oitavo lugar do ranking da FIFA, numa hierarquia liderada pela Argentina e na qual a Espanha, nova campeã europeia, ascendeu ao terceiro lugar, anunciou o organismo que rege o futebol mundial.

Online há

em

Portugal desceu do sexto para o oitavo lugar do ranking da FIFA, numa hierarquia liderada pela Argentina e na qual a Espanha, nova campeã europeia, ascendeu ao terceiro lugar, anunciou o organismo que rege o futebol mundial.

Afastado do Euro2024 nos quartos de final, após perder com a França no desempate por grandes penalidades, Portugal desceu duas posições e segue imediatamente atrás dos Países Baixos, que se mantiveram no sétimo lugar.

Na frente, mantém-se a campeã mundial Argentina, que no domingo venceu a Copa América, seguida da França, segunda, e da Espanha, que conquistou, também no domingo, o seu quarto título de campeã europeia e ascendeu ao pódio, subindo cinco posições no ranking.

A Inglaterra, finalista vencida no Euro2024, subiu do quinto para o quarto lugar, por troca com o Brasil, que desceu uma posição, à frente da Bélgica, sexta, depois de ter descido três lugares.

A Colômbia, que foi finalista da Copa América, subiu três posições e entrou no top 10, ocupando o nono lugar, à frente da Itália, que mantém o 10.º posto.

Entre as seleções treinadas por portugueses, os Emirados Árabes Unidos, comandados por Paulo Bento, mantiveram o 69.º, enquanto a seleção de Angola, liderada por por Pedro Gonçalves, subiu para 90.º posto.

A Guiné-Bissau, de Luís Boa Morte, ascendeu ao 114.º, e o Kuwait, orientado por Rui Bento, subiu a 136.º.

LER MAIS

DESPORTO

PRÉ-ÉPOCA: SPORTING EMPATA EM JOGO DE TREINO FRENTE AO UNION SAINT-GILLOISE

O Sporting empatou hoje 2-2 com os belgas do Union Saint-Gilloise, no primeiro jogo de preparação para a época 2024/25 do campeão português de futebol aberto ao público, no Estádio Algarve, em Faro.

Online há

em

O Sporting empatou hoje 2-2 com os belgas do Union Saint-Gilloise, no primeiro jogo de preparação para a época 2024/25 do campeão português de futebol aberto ao público, no Estádio Algarve, em Faro.

Rafael Nel, aos 45+1 minutos, deu vantagem aos comandados de Rúben Amorim, que voltariam a marcar, já na segunda parte, por Pedro Gonçalves, aos 54, antes de Sadiki e do canadiano Promise David, aos 73 e 88, empatarem para o vencedor da Taça da Bélgica e vice-campeão em 2023/24.

Os ‘leões’ sofreram hoje os primeiros golos da pré-temporada futebolística, no quarto jogo, depois da igualdade 0-0 com o Estoril Praia, da I Liga, e os triunfos, respetivamente, por 3-0 e 2-0 diante de Torreense e Portimonense, este último durante o dia de hoje.

O Sporting tem como primeiro jogo oficial da temporada o embate da Supertaça Cândido Oliveira, em 03 de agosto, em Aveiro, frente ao FC Porto, que bateu os ‘verde e brancos’ na final da última edição da Taça de Portugal.

A preparação da formação ‘leonina’ prossegue com jogos na terça-feira diante do Farense, à porta fechada, em Lagos, e do Sevilha, novamente no Estádio Algarve, antes de defrontar o Athletic Bilbau, no dia 27, no jogo do Troféu Cinco Violinos, que serve para apresentar o plantel aos adeptos, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

LER MAIS

MAIS LIDAS