Ligue-se a nós

DESPORTO

FC PORTO X CASA PIA AC: ANÁLISE DE JOSÉ AUGUSTO SANTOS

O FC do Porto na ressaca da eliminação da Taça da Liga, entra forte, marca por Evanilson e faz a gestão do jogo de forma segura, a pensar na conquista dos 3 pontos e no decisivo jogo de quarta-feira contra o Shakhtar. O Casa Pia tentou responder, mas cometeu erros defensivos, pouco habituais, que hipotecaram a possibilidade de discutir o resultado e nunca demonstrou capacidade para pôr em causa a vitória portista.

Online há

em

O FC do Porto na ressaca da eliminação da Taça da Liga, entra forte, marca por Evanilson e faz a gestão do jogo de forma segura, a pensar na conquista dos 3 pontos e no decisivo jogo de quarta-feira contra o Shakhtar. O Casa Pia tentou responder, mas cometeu erros defensivos, pouco habituais, que hipotecaram a possibilidade de discutir o resultado e nunca demonstrou capacidade para pôr em causa a vitória portista.

Sérgio Conceição deu a titularidade a Ivan Jaime na tentativa de tornar a equipa mais criativa e imprevisível no último terço, manteve a aposta em Zé Pedro e João Mendes oriundos da equipa B e com João Mário lesionado, Jorge Sánchez ocupou a posição de defesa direito. Só os indiscutíveis Pepe e Diogo Costa integraram o 11 dos habituais defesas titulares.

No duo de meio-campo o treinador portista manteve a aposta em Eustáquio e Varela, substituído na segunda parte por dificuldades físicas e precaução por Gruijc e manteve aquela que é a melhor dupla de avançados Taremi e Evanilson na perspetiva de que, com confiança, o entendimento e conhecimento pode fazer a diferença para melhorar a criação e a eficácia na finalização. Pepê jogou na posição híbrida de ala/médio interior com total liberdade de movimentos.

A entrada forte no jogo tornou-se decisiva porque Evanilson depois de excelente passe de Stephen Eustáquio abriu o marcado e tranquilizou aquilo que se poderia tornar complicado, com o passar dos minutos sem marcar, a equipa poderia ficar ansiosa e instável que naturalmente iria favorecer a estratégia do Casa Pia que, apesar da recente mudança da sua equipa técnica manteve a estrutura de 3 centrais que no jogo de hoje não se exibiram ao nível habitual, revelando muita passividade nos 3 golos sofridos, todos marcados na zona de pequena área, trocou Larranzabal e Paulo Roberto por André Geraldes e Beni Mukendi na tentativa de dar maior solidez defensiva, que não surtiu efeito e no ataque teve dificuldades nas transições, onde só Clayton foi capaz de ganhar duelos individuais e criar oportunidades para marcar.

O Porto geriu a vantagem até ao intervalo, dominando e sendo mais forte em todas as estatísticas do jogo e no início da segunda parte foi eficaz no aproveitamento de mais um erro dos centrais casapianos. Varela era o que estava mais próximo de Zé Pedro, deixou o central portista à vontade para, com um bom cabeceamento, marcar o 2º golo e serenar ainda mais a equipa portista. O Casa Pia tentou marcar um golo que lhe pudesse abrir a possibilidade de discutir o resultado, Pedro Moreira trocou os 2 médios e os 3 jogadores mais adiantadas com a intenção de dar maior frescura física, velocidade e profundidade ao ataque. Fez entrar, Jájá, Fernando Andrade e Felippe Cardoso, mas o jogo já estava perdido e seria Pepe, o melhor em campo, a fazer o terceiro golo e a dissipar as possíveis dúvidas sobre o vencedor do encontro. A equipa lisboeta ainda reduziu na marcação de um penalti indiscutível convertido de forma superior pelo ex-jogador do FC Porto, Fernando Andrade, numa fase em que Sérgio Conceição geria a equipa a pensar no jogo da Liga dos Campeões.

Pepe, Eustáquio que fez a assistência para o primeiro e terceiro golo, Evanilson e Zé Pedro, que iniciou com um bom passe para Eustáquio, cruzar para Evanilson, no 1º golo, e de cabeça marcou o segundo, foram os melhores no Porto.

Clayton foi o melhor no Casa Pia, merecia ter marcado naquele remate ao poste depois de excelente rotação a retirar do caminho Zé Pedro, Zolotic e Ricardo Batista sem culpas nos golos sofridos, foram os únicos que aproximaram do rendimento habitual, de uma exibição coletiva pouco conseguida da equipa lisboeta.

João Gonçalves comete um erro grave ao não assinalar a falta de Pepe sobre Clayton que se ia a isolar e por consequência, ficou por mostrar o cartão vermelho ao central portista.


José Augusto Santos, Comentador Desportivo e Treinador de Futebol Nível IV UEFA Pro.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

DESPORTO

FUTEBOL: PORTUGAL DESCE AO OITAVO LUGAR NO RANKING DA FIFA

Portugal desceu do sexto para o oitavo lugar do ranking da FIFA, numa hierarquia liderada pela Argentina e na qual a Espanha, nova campeã europeia, ascendeu ao terceiro lugar, anunciou o organismo que rege o futebol mundial.

Online há

em

Portugal desceu do sexto para o oitavo lugar do ranking da FIFA, numa hierarquia liderada pela Argentina e na qual a Espanha, nova campeã europeia, ascendeu ao terceiro lugar, anunciou o organismo que rege o futebol mundial.

Afastado do Euro2024 nos quartos de final, após perder com a França no desempate por grandes penalidades, Portugal desceu duas posições e segue imediatamente atrás dos Países Baixos, que se mantiveram no sétimo lugar.

Na frente, mantém-se a campeã mundial Argentina, que no domingo venceu a Copa América, seguida da França, segunda, e da Espanha, que conquistou, também no domingo, o seu quarto título de campeã europeia e ascendeu ao pódio, subindo cinco posições no ranking.

A Inglaterra, finalista vencida no Euro2024, subiu do quinto para o quarto lugar, por troca com o Brasil, que desceu uma posição, à frente da Bélgica, sexta, depois de ter descido três lugares.

A Colômbia, que foi finalista da Copa América, subiu três posições e entrou no top 10, ocupando o nono lugar, à frente da Itália, que mantém o 10.º posto.

Entre as seleções treinadas por portugueses, os Emirados Árabes Unidos, comandados por Paulo Bento, mantiveram o 69.º, enquanto a seleção de Angola, liderada por por Pedro Gonçalves, subiu para 90.º posto.

A Guiné-Bissau, de Luís Boa Morte, ascendeu ao 114.º, e o Kuwait, orientado por Rui Bento, subiu a 136.º.

LER MAIS

DESPORTO

PRÉ-ÉPOCA: SPORTING EMPATA EM JOGO DE TREINO FRENTE AO UNION SAINT-GILLOISE

O Sporting empatou hoje 2-2 com os belgas do Union Saint-Gilloise, no primeiro jogo de preparação para a época 2024/25 do campeão português de futebol aberto ao público, no Estádio Algarve, em Faro.

Online há

em

O Sporting empatou hoje 2-2 com os belgas do Union Saint-Gilloise, no primeiro jogo de preparação para a época 2024/25 do campeão português de futebol aberto ao público, no Estádio Algarve, em Faro.

Rafael Nel, aos 45+1 minutos, deu vantagem aos comandados de Rúben Amorim, que voltariam a marcar, já na segunda parte, por Pedro Gonçalves, aos 54, antes de Sadiki e do canadiano Promise David, aos 73 e 88, empatarem para o vencedor da Taça da Bélgica e vice-campeão em 2023/24.

Os ‘leões’ sofreram hoje os primeiros golos da pré-temporada futebolística, no quarto jogo, depois da igualdade 0-0 com o Estoril Praia, da I Liga, e os triunfos, respetivamente, por 3-0 e 2-0 diante de Torreense e Portimonense, este último durante o dia de hoje.

O Sporting tem como primeiro jogo oficial da temporada o embate da Supertaça Cândido Oliveira, em 03 de agosto, em Aveiro, frente ao FC Porto, que bateu os ‘verde e brancos’ na final da última edição da Taça de Portugal.

A preparação da formação ‘leonina’ prossegue com jogos na terça-feira diante do Farense, à porta fechada, em Lagos, e do Sevilha, novamente no Estádio Algarve, antes de defrontar o Athletic Bilbau, no dia 27, no jogo do Troféu Cinco Violinos, que serve para apresentar o plantel aos adeptos, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

LER MAIS

MAIS LIDAS