LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

REGIÕES

BRAGANÇA: SEIS CANDIDATOS NUM DEBATE POBRE E SEM IDEIAS ‘NOVAS’ – AUTÁRQUICAS 2021

Realizou-se hoje o Debate Autárquicas 2021 em na RTP 3 que contou com a presença dos seis candidatos à eleição autárquica 2021. Um debate pobre que não permitiu conhecer o programa político de cada candidato. Hernâni Dias (PSD) e Jorge Gomes (PS) protagonizaram alguns momentos de confronto direto.

blank

Realizou-se hoje o Debate Autárquicas 2021 na RTP 3 que contou com a presença dos seis candidatos à eleição autárquica 2021.

Em estúdio Hernâni Dias, o “discípulo” de Jorge Nunes e atual presidente que se candidata pelo PSD ao terceiro mandato na autarquia, Jorge Gomes ex-Ministro e ex-Secretário de Estado, atualmente Deputado na Assembleia da República. Também Paula Vieira, empresária e candidata pelo CDS-PP, o Professor Carlos Silvestre candidato pelo Chega!, o Professor António Morais candidato pelo PCP, e o jovem André Xavier com apenas 18 anos é o candidato pelo Bloco de Esquerda.

Um debate pobre que não permitiu conhecer o programa político de cada candidato. Hernâni Dias (PSD) e Jorge Gomes (PS) protagonizaram alguns momentos de confronto direto.

O candidato do PS acusou diretamente Hernâni Dias (PSD) que 58% das aldeias transmontanas alegadamente “sem saneamento básico“.

Dentro da cidade há dois bairros com saneamento a céu aberto” acrescentou Jorge Gomes (PS). O atual presidente rejeitou acusação justificando que 92% do Concelho de Bragança está abrangido por rede de saneamento, acima da média nacional.

Há canos, mas não há água“, disse o candidato do PS. Hernâni Dias (PSD) acabou de admitir que há momentos pontuais de falha de água devido os picos de consumo alegadamente resultantes da grande afluência de emigrantes à região nesta altura do verão.

Ninguém entende aquelas obras da Avenida Sá Carneiro … é ego é vaidade e os Transmontanos não gostam disso … com o dinheiro que lá gastou resolvia o problema do saneamento” disse o candidato do PS que ficou sem resposta de Hernâni Dias (PSD).

Também a alegada fraca qualidade de rede dos operadores de telecomunicações foi tema de disputa entre os candidatos, e por unanimidade todos denunciaram a necessidade de reforçar a qualidade das telecomunicações. Carlos Silvestre (Chega!) e Paula Vieira (CDS-PP) responsabilizou o candidato do PSD de incapacidade em exigir melhores serviços junto das operadoras de telecomunicações.

A economia marcou passo e foi mais um dos poucos momentos de “tensão” entre os candidatos. Jorge Gomes (PS), Paula Vieira (CDS-PP) e André Xavier (BER) apontaram o dedo a Hernâni Dias para alegada incapacidade da região em fixar os jovens estudantes no IPB, considerado o melhor politécnico do país.

André Xavier (BE) relembrou que Bragança é a única capital de distrito que não tem cinema e sublinhou a importância do apoio à cultura para ajudar à fixação de jovens no Concelho de Bragança. O jovem candidato do BE definiu a sustentabilidade ambiental e a fixação de pessoas como bandeiras da sua candidatura, relembrando que a região perdeu 2,2% da população na última década.

António Morais (CDU) apontou a necessidade de investir nas valências sociais e na melhoria dos serviços de saúde.

Paula Vieira (CDS-PP) defendeu a importância do mundo rural representativa de 27% da população do concelho. Também esta candidata salientou a alegada falta de qualidade das telecomunicações e a falta de políticas de atração de investimento para criação de empresas que criem novos postos de trabalho e consequentemente fixação de pessoas.

Carlos Silvestre (Chega!) terminou a sua participação no debate apontar a deficiência da região na criação de empresas, atrair novos investimentos e fixar pessoas. O candidato do Chega! reforçou ainda as denúncias de saneamento a céu aberto em alguns bairros da cidade.

No final um novo e último momento de tensão entre os candidatos do PSD e PS. Jorge Gomes (PS) acusou Hernâni Dias (PSD) de “nada fazer para aproveitar os investimentos do PRR“, na resposta o candidato do PSD confrontou Jorge Gomes acusando-o diretamente “é deputado e na assembleia da república nunca fez uma intervenção em prol de Bragança … o seu interesse na região é zero“, esclarecendo ainda que cabe à CIM apresentar-se aos fundos do PRR (Plano de Recuperação e Resiliência).

Reveja aqui o debate: RTP VÍDEO

Vítor Fernandes

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

REGIÕES

O aumento dos preços e a atual condição económica das pessoas podem ser algumas das justificações para o aumento do abandono animal, consideraram associações...

REGIÕES

O presidente da Câmara de Freixo de Espada à Cinta reclamou esta segunda-feira a construção da barragem da Ferrarias, um empreendimento considerado de extrema...

ECONOMIA & FINANÇAS

O PSD conseguiu hoje fazer aprovar uma alteração ao orçamento que permite às famílias abater ao IRS parte dos gastos com assinaturas periódicas de...

REGIÕES

Um agente da PSP foi condenado a uma pena única de seis anos de prisão pela prática de dois crimes de incêndios, explosões e...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER