LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

REGIÕES

CCDR-NORTE ESPERA LIGAÇÃO DE ALTA VELOCIDADE PORTO-VIGO NOS PRAZOS ANUNCIADOS

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte) disse hoje esperar que os Governos de Portugal e Espanha “mantenham o compromisso” de consumar a linha ferroviária de alta velocidade Porto-Vigo nos prazos anunciados.

blank

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte) disse hoje esperar que os Governos de Portugal e Espanha “mantenham o compromisso” de consumar a linha ferroviária de alta velocidade Porto-Vigo nos prazos anunciados.

“Aquilo que pedimos, acreditamos e queremos é que, de facto, os governos dos dois países [Portugal e Espanha] mantenham o seu compromisso com este projeto e mantenham sobretudo a determinação em garantir que o projeto vai ser consumado dentro dos prazos anunciados”, destacou António Cunha, no decorrer de um encontro com os representantes dos governos regionais da Galiza e de Leão e Castela para definir as propostas a apresentar na Comissão Luso-Espanhola de Cooperação Transfronteiriça.

Aos jornalistas, o presidente da CCDR-Norte destacou que a linha ferroviária de alta velocidade é de “grande importância” para a eurorregião.

“Para a eurorregião não tenho problema em dizer que é o projeto de maior importância estrutural quer pela ligação que faz, quer pelo `networking` entre sistemas ao fazer ligação ao aeroporto”, observou.

A fase 1 da ligação ferroviária de alta velocidade entre o Porto e Vigo poderá vir a custar mais 350 milhões de euros do que o previsto inicialmente, segundo um documento apresentado por um diretor da IP, José Carlos Clemente, feita em 21 de fevereiro.

A estimativa da empresa pública aponta agora para cerca de 1.250 milhões de euros, quando a apresentação inicial do Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030, divulgada em outubro de 2020, apontava para 900 milhões de euros.

Em causa está a ligação entre Braga (Tadim) e Valença, no distrito de Viana do Castelo, fase 1 da linha Porto – Vigo, cuja conclusão está prevista, segundo o documento da IP, para 2029/2030.

Quanto às outras fases, a segunda, prevista para depois de 2030, compreende a ligação do Aeroporto Francisco Sá Carneiro (Maia) para o Minho e a Galiza, e está estimada em 350 milhões de euros pela IP.

No decorrer do encontro de preparação para a Comissão Luso-Espanhola de Cooperação Transfronteiriça, António Cunha destacou que outras ligações rodoviárias “continuam na ordem do dia”, tais como a ligação entre Bragança e Puebla de Sanabria, e Macedo de Cavaleiros e Gudinã.

A Comissão Luso-Espanhola de Cooperação Transfronteiriça decorre na quinta-feira no hotel The Yeatman, em Vila Nova de Gaia, e visa preparar os documentos a serem, posteriormente, integrados nos trabalhos da Cimeira Ibérica, que decorrerá na zona do Alto Minho em outubro.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

REGIÕES

O tribunal de Bragança remarcou para 17 de fevereiro a leitura do acórdão do julgamento sobre a morte do jovem cabo-verdiano Luís Giovani, que...

REGIÕES

Os alunos do ensino secundário que residam a mais de três quilómetros da escola vão ter transporte gratuito a partir de fevereiro, informou hoje...

REGIÕES

Uma marcha com alguns milhares de agricultores e tratores percorreu hoje o centro da cidade de Mirandela num protesto com assobios ao Governo contra...

REGIÕES

A Câmara de Lisboa aprovou, esta quarta-feira, a criação do “Cabaz Bebé”, medida dirigida às famílias beneficiárias do Rendimento Social de Inserção com filhos...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER