LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

INTERNACIONAL

COVID-19: NOVAS VARIANTES DA ÓMICRON SÃO MAIS TRANSMISSÍVEIS – OMS

Responsável técnica da OMS para a pandemia diz ser necessário “manter a testagem e a sequenciação para se poder acompanhar estas linhagens”. E garante que organismo está atento à evolução das mesmas.

blank

Responsável técnica da OMS para a pandemia diz ser necessário “manter a testagem e a sequenciação para se poder acompanhar estas linhagens”. E garante que organismo está atento à evolução das mesmas.

As linhagens BA.4 e BA.5 da variante Ómicron do coronavírus SARS-CoV-2 são mais transmissíveis do que a BA.2, mas ainda não há dados para apurar se provocam Covid-19 mais grave, adiantou esta terça-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

“A BA.4 e BA.5 têm uma ligeira vantagem de crescimento em relação à BA.2”, afirmou a responsável técnica da OMS para a pandemia, ao adiantar que estão a decorrer vários estudos para apurar se essas duas linhagens da variante Ómicron causam uma maior severidade da doença.

Em conferência de imprensa, Maria Van Kerkhove referiu que a BA.2 continua a ser a linhagem predominante no mundo, tendo-se sobreposto à BA.1 em termos de circulação nos vários países onde foram detetadas.

Os últimos dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) estimam que a linhagem BA.2 da variante Ómicron seja ainda responsável por 73,8% das infeções registadas em Portugal, uma percentagem que tem vindo a baixar nas últimas semanas.

De acordo com o INSA, em contraciclo, os indicadores disponíveis sugerem um aumento relevante de circulação da linhagem BA.5 e potencialmente de uma nova sublinhagem da BA.2, agora designada como BA.2.35, que apresentam mutações adicionais com impacto na entrada do vírus nas células e ou na sua capacidade de evadir a resposta imunitária.

“Estamos a acompanhar a Ómicron e todas as sublinhagens que estão a circular globalmente. Isso indica que o coronavírus continua a evoluir”, afirmou a especialista da OMS, ao alertar que a redução generalizada da testagem tem resultado numa diminuição da sequenciação do vírus que provoca a Covid-19.

“Precisamos de manter a testagem e a sequenciação para podermos acompanhar estas linhagens”, apelou Maria Van Kerkhove, ao reiterar que as vacinas contra a Covid-19 “estão a aguentar-se muito bem em relação à doença grave e morte”.

De acordo com a epidemiologista, “é absolutamente crítico” que as pessoas sejam vacinadas contra a covid-19, reafirmando o objetivo da OMS de imunizar 70% da população de todos os países do mundo.

Na conferência de imprensa, diretor-geral da OMS defendeu que a estratégia de “Covid zero” não é sustentável, alegando que o coronavírus SARS-CoV-2 continua a evoluir e a tornar-se mais transmissível.

“Quando falamos da estratégia de ‘covid zero’, pensamos que isso não é sustentável, considerando o comportamento do vírus e o que antecipamos em relação ao futuro”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, ao adiantar que essa posição da OMS tem sido discutida com os peritos chineses.

A China continua a praticar uma política de “tolerância zero” à Covid-19, que inclui o isolamento de cidades inteiras e a realização de testes em massa, sempre que um surto é detetado.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

INTERNACIONAL

O Kremlin negou hoje que a Rússia e os Estados Unidos estejam em contacto para promover negociações de paz com Kiev, após fonte militar...

DESPORTO

O Japão materializou hoje a segunda grande surpresa no Mundial2022 de futebol, depois do triunfo da Arábia Saudita sobre a Argentina, ao vencer a...

INTERNACIONAL

O Parlamento Europeu aprovou hoje uma resolução em que reconhece a Rússia como um Estado patrocinador do terrorismo, apresentada pelo grupo político dos Conservadores...

DESPORTO

A Croácia, finalista vencida da última edição, e Marrocos empataram hoje a zero, em encontro da primeira jornada do Grupo F do Mundial de...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER