LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

REGIÕES

COIMBRA: JUSTIÇA ACUSA ALEGADOS BURLÕES DO ESQUEMA ‘CEO FRAUD’

O Ministério Público de Coimbra deduziu acusação contra dois homens que terão feito passar-se por dirigentes de empresas através de mensagens de correio eletrónico para burlarem essas entidades.

blank

O Ministério Público de Coimbra deduziu acusação contra dois homens que terão feito passar-se por dirigentes de empresas através de mensagens de correio eletrónico para burlarem essas entidades.

Os dois indivíduos, de nacionalidade estrangeira, são acusados da prática de crimes de acesso ilegítimo, falsidade informática, burla qualificada, falsificação de documentos e branqueamento de capitais, refere o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) Regional de Coimbra, numa nota publicada na sua página de internet.

Segundo o Ministério Público (MP), os factos terão sido praticados “num modo de atuação internacionalmente conhecido por “CEO Fraud” [um tipo de phishing, fraude que acontece no meio digital, em que se tenta ludibriar as pessoas a partilhar informações confidenciais, como números de cartões de crédito]”.

No caso do “CEO Fraud“, trata-se “de um esquema que se inicia com um acesso indevido à conta de correio eletrónico de um dirigente ou colaborador de uma empresa, falseando mensagens de correio eletrónico para terceiros com quem os ofendidos mantinham relações comerciais, ou por vezes para os gestores das contas bancárias destes”, explica o MP.

Segundo a nota, os destinatários das mensagens acabam por ser induzidos a realizarem “transferências de montantes avultados para contas bancárias diferentes das devidas“.

“Na prossecução desse plano, os arguidos criaram, em território nacional, empresas sem qualquer real atividade, após o que abriram contas bancárias em seu nome”, realçou.

Essas contas serviam de destino de transferências realizadas pelas vítimas, na sequência dos e-mails enviados pelos arguidos.

As quantias recebidas nas contas dos arguidos eram depois “disseminadas através de novas transferências bancárias internacionais”, explicou o MP, que refere que a investigação esteve a cargo da PJ de Coimbra.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

NACIONAL

A antiga presidente da associação Raríssimas Paula Brito da Costa foi acusada pelo Ministério Público de abuso de confiança e falsificação de documentos, imputando-lhe...

REGIÕES

A ministra da Coesão Territorial considerou hoje o Plano Estratégico da Terra de Miranda, delineado para o Planalto Mirandês, no distrito de Bragança, como...

INTERNACIONAL

O primeiro-ministro ucraniano Denys Shmygal, disse hoje que a guerra na Ucrânia causou até agora entre 550 e 690 mil milhões de euros de...

REGIÕES

Moradores nas proximidades do bairro da Pasteleira e de Pinheiro Torres asseguraram hoje que com o consumo e tráfico de droga aquela zona do...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER