LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

ECONOMIA & FINANÇAS

INCÊNDIOS E SECA AGRAVAM INFLAÇÃO E DIFICULTAM AS CONTAS DO GOVERNO

A agência de notação financeira Moody’s alertou esta terça-feira para o facto de os incêndios florestais e da seca contribuírem para o aumento da inflação e para os gastos dos governos, incluindo em Portugal.

blank

A agência de notação financeira Moody’s alertou esta terça-feira para o facto de os incêndios florestais e da seca contribuírem para o aumento da inflação e para os gastos dos governos, incluindo em Portugal.

“Nas últimas semanas, as temperaturas recorde e a seca na Europa levaram a incêndios florestais em França (Aa2 estável), Espanha (Baa1 estável), Portugal (Baa2 estável), Itália (Baa3 estável) e Grécia (Ba3 estável). A Península Ibérica foi a mais atingida, com cerca de 180.000 hectares de terras carbonizadas pelos incêndios florestais em Espanha e Portugal desde 16 julho”, apontou, em comunicado, a Moody’s.

Neste período, as autoridades francesas registaram 40.000 hectares de terras queimadas.

Por sua vez, a seca está a levar à falta de água, sobretudo, no Sul da Europa e, de acordo com a Comissão Europeia, cerca de metade do território da União Europeia (UE) está em risco de seca.

Destaca-se ainda Itália, que regista a pior seca dos últimos 70 anos.

Conforme apontou, no curto prazo, estas condições vão “enfraquecer a produção” e, consequentemente, “pressionar ainda mais os preços dos alimentos”.

Soma-se uma crise energética, que foi desencadeada pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

“Os preços mais altos da energia e dos alimentos vão exercer uma maior pressão sobre a inflação e corroer os gastos discricionários, o que, por sua vez, irá desacelerar o crescimento económico”, vincou.

Já os governos terão que lidar com gastos adicionais ligados à extinção dos incêndios e à replantação de árvores.

Em 2021, os incêndios florestais custaram à Grécia 500 milhões de euros, ou seja, 0,3% do Produto Interno Bruto (PIB) nominal, notou a Moody’s.

A UE anunciou que está a negociar a compra de mais aviões de combate aos incêndios e os governos poderão ter que estender as medidas de apoio aos territórios mais afetados.

O aumento das temperaturas pode também acarretar riscos para a saúde humana, sendo que Espanha e Portugal registaram, a 19 de julho, mais de 1.000 mortes relacionadas com o calor.

No Sul da Europa, os incêndios florestais são uma das principais causas de poluição do ar.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

REGIÕES

O presidente da Câmara de Freixo de Espada à Cinta reclamou esta segunda-feira a construção da barragem da Ferrarias, um empreendimento considerado de extrema...

ECONOMIA & FINANÇAS

A associação Cáritas já começou a receber pedidos de ajuda de pessoas que não conseguem pagar os seus empréstimos para habitação devido à subida...

ECONOMIA & FINANÇAS

O PSD conseguiu hoje fazer aprovar uma alteração ao orçamento que permite às famílias abater ao IRS parte dos gastos com assinaturas periódicas de...

REGIÕES

Um agente da PSP foi condenado a uma pena única de seis anos de prisão pela prática de dois crimes de incêndios, explosões e...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER