Ligue-se a nós

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO CHEGA AO 10.º TÍTULO NO COMANDO DO FC PORTO

Sérgio Conceição fortaleceu hoje o seu estatuto de treinador mais titulado da história do FC Porto, que comanda desde 2017/18, ao lograr a 10.ª conquista na final da Taça de Portugal de futebol frente ao Sporting de Braga (2-0).

Online há

em

Sérgio Conceição fortaleceu hoje o seu estatuto de treinador mais titulado da história do FC Porto, que comanda desde 2017/18, ao lograr a 10.ª conquista na final da Taça de Portugal de futebol frente ao Sporting de Braga (2-0).

No Estádio Nacional, em Oeiras, um autogolo de André Horta (53 minutos) e um tento de Otávio (81) revelaram-se determinantes para resolver a decisão da 83.ª edição da prova ‘rainha’, que os ‘azuis e brancos’ venceram pela 19.ª vez no seu historial, e terceira nas últimas quatro épocas, todas sob orientação do antigo avançado internacional português.

Uma semana depois de ter voltado a falhar uma inédita revalidação do título de campeão nacional, que foi reconquistado pelo Benfica, Sérgio Conceição tornou-se o técnico com mais êxitos na final da Taça de Portugal pelo FC Porto, ao superar as duas do já falecido José Maria Pedroto, do ex-selecionador luso Fernando Santos ou de Jesualdo Ferreira.

Depois de ter perdido a decisão de 2018/19 (4-5 no desempate por grandes penalidades frente ao Sporting, após empate 2-2 no final do prolongamento), o treinador, de 48 anos, saiu por cima pela primeira vez em 2019/20, ao bater o Benfica (2-1), num jogo realizado em Coimbra e sem público, por causa das restrições ditadas pela pandemia de covid-19.

O FC Porto chegava à ‘dobradinha’, que seria repetida duas épocas depois, em 2021/22, quando se superiorizou ao estreante Tondela (3-1), então recém-despromovido à II Liga, em pleno regresso da final da segunda prova mais importante do futebol luso ao Jamor.

Sérgio Conceição consumou hoje o ‘tri’ face ao Sporting de Braga, clube pelo qual havia obtido a primeira final da sua carreira nos bancos, perdida diante do Sporting na edição 2014/15 da Taça de Portugal (1-3 nos penáltis, depois do 2-2 no final dos 120 minutos).

Os ‘azuis e brancos’ fecharam 2022/23 com três troféus, após a 23.ª Supertaça Cândido de Oliveira e de uma inédita Taça da Liga, ultrapassando o máximo de duas conquistas acumuladas pelo técnico natural de Coimbra numa só época, em 2019/20 e em 2021/22.

Apesar de ter falhado a meta principal no campeonato, Sérgio Conceição bateu recordes na sexta época à frente do FC Porto, ao isolar-se de Artur Jorge no trono dos treinadores com mais títulos (10) e de José Maria Pedroto na lista de vitórias (238) e de jogos (326).

Se Artur Jorge perpetuara as duas passagens pelos ‘dragões’ (1984-1987 e 1989-1991) com oito êxitos, sobressaindo o triunfo na Taça dos Campeões Europeus, em 1986/87, o ‘mestre’ ganhou 215 de 322 duelos em três fases (1966-1969, 1976-1980 e 1982-1983).

Pelo caminho, o sucessor de Nuno Espírito Santo suplantou os 500 jogos na carreira de treinador e ajudou o FC Porto a deter em simultâneo os quatro troféus nacionais entre a conquista da Taça da Liga, em janeiro, e o campeonato vencido pelo Benfica, em maio.

Conceição passou a ostentar 239 vitórias, 47 empates e 41 derrotas nas 327 partidas ao leme do clube do coração, com 712 golos marcados e 263 sofridos, que se refletiram na conquista de três títulos de campeão nacional, três Taças de Portugal, três Supertaças e uma Taça da Liga, além das duas ‘dobradinhas’ e de um ‘triplete’ obtido a meio de 2022.

O ex-jogador comanda outras marcas do FC Porto na I Liga – máximos de pontos numa edição da prova (91) e de mais rondas seguidas invictas (58) – e na Liga dos Campeões, ao liderar em triunfos (20) e jogos (42), partilhando desde 2018/19 com António Oliveira (1996/97) o melhor desempenho numa fase de grupos, com 16 pontos em 18 possíveis.

O antigo treinador de Olhanense, Académica, Sporting de Braga, Vitória de Guimarães e dos franceses do Nantes está vinculado ao FC Porto até 2024 e é o primeiro no ‘reinado’ presidencial de Jorge Nuno Pinto da Costa a cumprir mais de quatro épocas seguidas no banco dos ‘azuis e brancos’, pelos quais já alinhou em 416 jogos como atleta ou técnico.

Formado nos ‘dragões’, Sérgio Conceição marcou 11 golos em 89 partidas ao longo dos dois períodos de ligação à equipa principal (1996-1998 e 2004), pela qual arrecadou três campeonatos – dois durante o inédito ‘penta’ -, uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Nome: SÉRGIO Paulo Marceneiro CONCEIÇÃO.
Data de Nascimento: 15 de novembro de 1974 (48 anos).
Naturalidade: Coimbra.

Como jogador. Percurso:
Académica (1985/86 a 90/91, nas camadas jovens),
FC Porto (1991/92 a 1992/93, nas camadas jovens, 1996/97 a 1997/98 e 2004),
Penafiel (1993/94), Leça (1994/95),
Felgueiras (1995/96),
Lazio, Ita (1998/99 a 1999/2000 e 2003),
Parma, Ita (2000/01),
Inter Milão, Ita (2001/02 a 2002/03),
Standard Liège, Bel (2004/05 a 2006/07),
Al Qadisiya, Kuw (2007), e
PAOK Salónica, Gre (2007/08 a 2009/10).

Como treinador. Percurso:
Standard Liège, Bel (2010/11, com adjunto),
Olhanense (2011/12 a 2012/13),
Académica (2012/13 a 2013/14),
Sporting de Braga (2014/15),
Vitória de Guimarães (2015/16),
Nantes, Fra (2016/17), e
FC Porto (desde 2017/18).

Como dirigente. Percurso:
PAOK Salónica, Gre, Bel (2009/10, como diretor desportivo).

Palmarés como treinador:
Campeão Nacional, 3 (2017/18, 2019/20 e 2021/22)
Taça de Portugal, 3 (2019/20, 2021/22 e 2022/23)
Supertaça, 3 (2018/19, 2020/21 e 2022/23)
Taça da Liga, 1 (2022/23)

Outros registos importantes:
Treinador do Ano, 3 (2017/18, 2019/20 e 2021/22)
Dragão de Ouro de Treinador do Ano, 3 (2018, 2020 e 2022)
Quartos de final da Liga dos Campeões, 2 (2018/19 e 2020/21)
Oitavos de final da Liga Europa, 1 (2021/22)
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

DESPORTO

FUTEBOL: PORTUGAL DESCE AO OITAVO LUGAR NO RANKING DA FIFA

Portugal desceu do sexto para o oitavo lugar do ranking da FIFA, numa hierarquia liderada pela Argentina e na qual a Espanha, nova campeã europeia, ascendeu ao terceiro lugar, anunciou o organismo que rege o futebol mundial.

Online há

em

Portugal desceu do sexto para o oitavo lugar do ranking da FIFA, numa hierarquia liderada pela Argentina e na qual a Espanha, nova campeã europeia, ascendeu ao terceiro lugar, anunciou o organismo que rege o futebol mundial.

Afastado do Euro2024 nos quartos de final, após perder com a França no desempate por grandes penalidades, Portugal desceu duas posições e segue imediatamente atrás dos Países Baixos, que se mantiveram no sétimo lugar.

Na frente, mantém-se a campeã mundial Argentina, que no domingo venceu a Copa América, seguida da França, segunda, e da Espanha, que conquistou, também no domingo, o seu quarto título de campeã europeia e ascendeu ao pódio, subindo cinco posições no ranking.

A Inglaterra, finalista vencida no Euro2024, subiu do quinto para o quarto lugar, por troca com o Brasil, que desceu uma posição, à frente da Bélgica, sexta, depois de ter descido três lugares.

A Colômbia, que foi finalista da Copa América, subiu três posições e entrou no top 10, ocupando o nono lugar, à frente da Itália, que mantém o 10.º posto.

Entre as seleções treinadas por portugueses, os Emirados Árabes Unidos, comandados por Paulo Bento, mantiveram o 69.º, enquanto a seleção de Angola, liderada por por Pedro Gonçalves, subiu para 90.º posto.

A Guiné-Bissau, de Luís Boa Morte, ascendeu ao 114.º, e o Kuwait, orientado por Rui Bento, subiu a 136.º.

LER MAIS

DESPORTO

PRÉ-ÉPOCA: SPORTING EMPATA EM JOGO DE TREINO FRENTE AO UNION SAINT-GILLOISE

O Sporting empatou hoje 2-2 com os belgas do Union Saint-Gilloise, no primeiro jogo de preparação para a época 2024/25 do campeão português de futebol aberto ao público, no Estádio Algarve, em Faro.

Online há

em

O Sporting empatou hoje 2-2 com os belgas do Union Saint-Gilloise, no primeiro jogo de preparação para a época 2024/25 do campeão português de futebol aberto ao público, no Estádio Algarve, em Faro.

Rafael Nel, aos 45+1 minutos, deu vantagem aos comandados de Rúben Amorim, que voltariam a marcar, já na segunda parte, por Pedro Gonçalves, aos 54, antes de Sadiki e do canadiano Promise David, aos 73 e 88, empatarem para o vencedor da Taça da Bélgica e vice-campeão em 2023/24.

Os ‘leões’ sofreram hoje os primeiros golos da pré-temporada futebolística, no quarto jogo, depois da igualdade 0-0 com o Estoril Praia, da I Liga, e os triunfos, respetivamente, por 3-0 e 2-0 diante de Torreense e Portimonense, este último durante o dia de hoje.

O Sporting tem como primeiro jogo oficial da temporada o embate da Supertaça Cândido Oliveira, em 03 de agosto, em Aveiro, frente ao FC Porto, que bateu os ‘verde e brancos’ na final da última edição da Taça de Portugal.

A preparação da formação ‘leonina’ prossegue com jogos na terça-feira diante do Farense, à porta fechada, em Lagos, e do Sevilha, novamente no Estádio Algarve, antes de defrontar o Athletic Bilbau, no dia 27, no jogo do Troféu Cinco Violinos, que serve para apresentar o plantel aos adeptos, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

LER MAIS

MAIS LIDAS