LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

REGIÕES

VILA REAL: CHUVA INTENSA PROVOCOU VÁRIAS OCORRÊNCIAS

O concelho de Vila Real registou hoje de manhã oito ocorrências “mais significativas” relacionadas essencialmente com inundações de estradas e que resultaram da precipitação intensa, disse fonte da Proteção Civil.

blank

O concelho de Vila Real registou hoje de manhã oito ocorrências “mais significativas” relacionadas essencialmente com inundações de estradas e que resultaram da precipitação intensa, disse fonte da Proteção Civil.

Overeador da Proteção Civil da Câmara de Vila Real, Carlos Silva, afirmou à agência Lusa que, num curto espaço de tempo, se verificou uma precipitação muito intensa que provocou algumas inundações em espaços públicos de Vila Real, onde não houve capacidade de escoamento por parte dos sistemas de drenagem, mas ressalvou que todas as “situações já estão resolvidas”.

O responsável referiu que foram contabilizadas “oito ocorrências mais significativas” em artérias da cidade, como na avenida Primeiro de Maio, nas zonas da Araucária e da Nossa Senhora da Conceição e na rotunda da Universidade, bem como no Itinerário Principal 4 (IP4), na Estrada Nacional 2 (EN2), na zona da Samardã, e na Estrada Nacional 15 (EN15), em Mouçós.

No mercado municipal, no centro da cidade, algumas lojas comerciais foram também afetadas pela água.

Neste caso, Carlos Silva disse que vai ser necessário proceder à identificação e correção do problema, já que o mercado foi recentemente alvo de obras de requalificação.

“Vamos ver o que aconteceu, avaliar e depois corrigir”, frisou.

Durante a manhã, os elementos da Proteção Civil estiveram no terreno a proceder a operações de limpeza das vias afetadas.

Nas redes sociais foram partilhados alguns vídeos de inundações verificadas, por exemplo, na avenida Primeiro de Maio, onde era possível ver situações em que a água praticamente cobria os pneus dos automóveis, ou ainda uma rua inundada no bairro da Araucária.

Portugal continental está a ser afetado desde hoje, e até sábado, pelos efeitos da depressão Armand, com vento, chuva por vezes forte e persistente e agitação marítima, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Por causa da depressão, está também prevista a ocorrência de precipitação por vezes forte e persistente, e vento forte no litoral e terras altas hoje e quinta-feira, com rajadas de vento nos períodos de maior instabilidade, podendo atingir 95 quilómetros por hora (km/h) no litoral Norte e terras altas.

Os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Faro, Vila Real, Setúbal, Santarém, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra, Portalegre e Braga vão estar sob aviso amarelo até às 21:00 de hoje devido à chuva, por vezes forte, que pode ser acompanhada de trovoada e rajadas.

Os distritos do Porto, Viana do Castelo e Braga têm aviso laranja por causa do vento, temporariamente forte com rajadas até 95 quilómetros por hora (km/h) no litoral e terras altas, passando depois a amarelo.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

REGIÕES

O tribunal de Bragança remarcou para 17 de fevereiro a leitura do acórdão do julgamento sobre a morte do jovem cabo-verdiano Luís Giovani, que...

REGIÕES

Os alunos do ensino secundário que residam a mais de três quilómetros da escola vão ter transporte gratuito a partir de fevereiro, informou hoje...

REGIÕES

Uma marcha com alguns milhares de agricultores e tratores percorreu hoje o centro da cidade de Mirandela num protesto com assobios ao Governo contra...

NACIONAL

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) estendeu o aviso amarelo frio para os 18 distritos de Portugal continental até domingo devido...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER