LIGUE-SE A NÓS

O QUE PROCURA ?

NACIONAL

BULLYING: ESCOLAS ‘SEM VIOLÊNCIA’ QUADRIPLICARAM DESDE 2019

O número de escolas distinguidas com o selo “escola sem bullying/escola sem violência” quadruplicou desde 2019, ano em que o Ministério da Educação criou esta iniciativa envolvendo os alunos e os estabelecimentos de ensino.

blank

O número de escolas distinguidas com o selo “escola sem bullying/escola sem violência” quadruplicou desde 2019, ano em que o Ministério da Educação criou esta iniciativa envolvendo os alunos e os estabelecimentos de ensino.

Os dados foram hoje avançados numa cerimónia na escola secundária de Cacilhas, no concelho de Almada, distrito de Setúbal, para assinalar o Dia Mundial do Combate ao Bullying.

Este ano foram 208 as escolas que ganharam o selo “escola sem bullying/escola sem violência” por terem promovido e implementado um plano de prevenção e combate ao bullying e ao ciberbullying, assumindo práticas quotidianas de promoção da saúde e do bem-estar da comunidade educativa, pautadas pelos princípios da não violência, da inclusão e da não discriminação.

Em 2019/2020 tinham sido atribuídos 52 selos.

Segundo o Ministério da Educação, o bullying, o ciberbullying e outras formas de violência são fenómenos que s podendo ser devastadores para as vítimas e chegando a ter um impacto negativo a vários níveis, estando, por exemplo, na origem de perturbações alimentares e do sono, do isolamento na escola, de problemas no contexto familiar e ainda com implicações no seu desempenho escolar.

Na cerimónia de hoje o ministro da Educação congratulou as escolas e os alunos que aceitaram o compromisso de combater nos seus espaços escolares este fenómeno.

No último ano letivo, segundo o ministro da Educação, foram registadas 698 ocorrências na plataforma do Sistema de Informação de Segurança Escolar, dos quais 73 foram situações de bullying.

Estes são casos ocorridos nas escolas públicas e reportadas à plataforma utilizada pelas direções das escolas para assinalar situações de violência e insegurança no seio escolar.

Estas 208 escolas que hoje receberam o selo, explicou João Costa, foram certificadas, por um trabalho que tem vindo-a desenvolver de prevenção do Bullying e de prevenção da violência num compromisso que é assinado individualmente por cada aluno da escola vinculando-se ao seu papel de agente de combate à violência.

Segundo João Costa, o que esta na essência deste programa é a prevenção, envolvendo todos os alunos e tornando-os conscientes de que o bullying não é um problema entre o agressor e a vítima mas de toda a comunidade escolar.

“Não é tolerável que existia uma única criança que sinta medo de ir à escola”, disse.

Segundo dados da Policia de Segurança Pública hoje divulgados, as situações de `bullying` em contexto escolar aumentaram 37% em 2021/22, tendo a PSP registado 2.847 ocorrências criminais com as injúrias e ameaças a atingiram o valor mais elevado dos últimos nove anos letivos.

Por ocasião do Dia Mundial do Combate ao Bullying, que hoje se assinala, a Polícia de Segurança Pública avançou que no último ano letivo registou 2.847 ocorrências criminais de situações de `bullying` em contexto escolar, 1.169 das quais por agressões e 752 por injúrias e ameaças.

Em relação ao ano letivo 2020/2021, marcado pela pandemia, as situações de `bullying` em contexto escolar aumentaram 37%, mais 783 casos, tendo também subido as agressões (mais 418) e as injúrias e ameaças (208).

A PSP explica que há um aumento do número total de ocorrências depois do período de atividades não presenciais causado pela covid-19, no entanto registou-se “um decréscimo no número de ocorrências registadas em contexto escolar relativamente ao ano letivo de 2018/2019, último antes da pandemia”.

Segundo o ministro da Educação os números da PSP incluem situações das escolas publicas e privadas assim como fora do recinto escolar, ou seja, no trajeto entre o estabelecimento de ensino e a casa.

Quer comentar ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

REGIÕES

Um agente da PSP foi condenado a uma pena única de seis anos de prisão pela prática de dois crimes de incêndios, explosões e...

REGIÕES

O Tribunal de Leiria condenou hoje pelo crime de peculato uma funcionária pública, que se apropriou de taxas moderadoras, a dois anos e três...

INTERNACIONAL

A página de internet do Parlamento Europeu foi hoje alvo de um ciberataque, no dia em que a instituição aprovou uma resolução em que...

INTERNACIONAL

O exército russo causou a morte a pelo menos 438 crianças na Ucrânia desde que começou a invasão, a 24 de fevereiro, disse hoje...

RÁDIO REGIONAL

blank


DESPORTO DIRETO


LINHA CANCRO

RÁDIO REGIONAL


EMISSÃO NACIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




EMISSÃO REGIONAL



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER




WEBRÁDIOS TEMÁTICAS



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER



ABRIR PLAYER